Por dentro do processo de Análise de Crédito.


O que acontece depois da análise de crédito?

O procedimento de análise de crédito é uma condição de consulta ao histórico financeiro do indivíduo no mercado de crédito. Em resumo, a credora vai pesquisar com outras instituições se a pessoa que está pedindo a quantia é uma boa pagadora. Em caso positivo, a tendência é que o valor liberado e as condições de pagamento sejam melhores. Porém, se o solicitante não tem bom histórico, a instituição credora fará de tudo para se precaver e, assim, vai propor uma oferta mais cara de empréstimo – e, às vezes, pode nem liberar o valor. Com a etapa da análise de crédito finalizada, a instituição credora já tem as informações necessárias sobre o usuário e pode desta maneira determinar as disposições que serão concedidos na operação, caso aprovado.


Casos como cheque especial e o cartão de crédito, o valor é disponibilizado imediatamente após a aprovação da análise realizada. Já no caso de empréstimo pessoais ou com garantia, são apresentadas as condições para a realização da operação e o consumidor realiza a sua melhor escolha.


Análise de crédito para pessoa jurídica? Como funciona?

A análise de crédito também é um metodologia que se faz presente. Da mesma forma como uma pessoa física, o histórico de pagamentos de uma empresa também precisa ser analisada. No caso do empréstimo para MEI (microempreendedor individual) ou ME (microempresário), por exemplo, outras informações são ponderadas. A intuição credora fará a consulta da situação cadastral do seu CNPJ para saber se a empresa está devidamente normatizada e se eventuais pendências financeiras se fazem presentes. É possível também que se tenha acesso as receitas e o lucro líquido como fator a ser ponderado, no intuito de saber se o empreendimento tem condições de efetuar o pagamento do empréstimo. Ou seja, pessoas jurídicas também tem um score que mede o relacionamento do seu CNPJ com o mercado de crédito


Confira dicas da Neocredit de como melhorar o meu perfil de crédito.

Uma das principais alternativas para melhorar o perfil de crédito e conseguir condições de pagamento mais vantajosas ao solicitar empréstimos no mercado é aumentar o score, a pontuação que mencionamos anteriormente. Para quem tem score baixo e encontra dificuldades para conseguir crédito, algumas práticas podem ajudar a alavancar a pontuação. Segue as dicas Neocredit!


  • Sempre que for viável, efetue o pagamento das suas contas antecipadamente:

Fique atento às datas de vencimento das suas despesas básicas, como água, energia e telefone. Pagá-las sempre em dia ou antes do vencimento é um sinal de que você está com as finanças em ordem.


  • Mantenha os seus dados atualizados:

Mantenha sempre os seus dados atualizados nas instituições financeiras e órgãos de proteção ao crédito.


  • Use o débito automático:

Colocar as suas contas em débito automático vai ajudá-lo a construir um histórico de bom pagador. Então, se for possível, opte por colocar as faturas de energia, água, gás, telefone e internet no débito automático. Assim, você garante que os pagamentos serão feitos no vencimento.


  • Conserve o seu nome sem restrições:

Ter o seu nome em um cadastro de restrições nos birôs de crédito é o que mais faz cair a sua pontuação. É vital procurar as empresas com as quais você possui algum débito para renegociar a dívida e, assim, retirar o seu nome da inadimplência.


  • Participe efetivamente do mercado financeiro:

Ao utilizar crédito em seu nome, chegará aos órgãos de proteção ao crédito a informação de que você participa ativamente do mercado financeiro, além do seu perfil de pagamento.


  • Controle as suas consultas de crédito:

Evite fazer muitas consultas de crédito por empresas com o seu CPF, pois a prática pode indicar instabilidade financeira.


Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Pergunte nos comentários.


#analisedecredito #inovacaotecnologica #gestãodedados

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo